Site preloader
culture

OSCAR 2017 EPIC FAIL

27 Fevereiro, 2017

Ai meu Deus do céu…

 

Sabem aquele momento em que vocês têm aquela vergonha alheia tão grande, tão grande, tão grande que nem conseguem olhar bem para a televisão? Sabem?

 

Aconteceu ontem, no momento mais aguardado da noite dos Óscares, quando Warren Betty e Faye Dunaway estavam incumbidos de entregar a estatueta dourada ao “Melhor Filme”/”Best Picture”.

 

Na “hora H”, vemos um Warren Betty a abrir o envelope, a fazer uma cara comprometida com o público e com a sua partner de palco, volta a olhar para o cartão, sorri, volta a abrir o envelope, como que à procura de outro cartão, quiças com outro resultado, o que deixa o público num momento de riso nervoso. Faye, fartinha daquela conversa, tira o envelope, ergue o cartão e anuncia: “La, La, Land“.

 

PUMBAS!!! Palmas de um lado. Desânimo de outro.

 

O pessoal do filme fica histérico. Sobe a palco. Profere o seu discurso de agradecimento e de repente… heis senão quando… vem de lá a notícia que nunca se pensaria. Jordan Horowitz, produtor de La La Land, dirige-se ao microfone e, no meio de uma confusão em palco, anuncia o impensável: “o verdadeiro vencedor do prémio para Melhor Filme é  Moonlight“.

 

Ouvem-se gritos e espantos na assistência. Ele reforça: “Isto, não é uma piada (mostra o verdadeiro cartão com o veredicto final). O vencedor para Melhor Filme são vocês! Moonlight“.

 

O elenco de Moonlight em estupefacção total sobe a palco.

Ambas entourages trocam felicitações e os perdedores são agora vencedores e os anteriores vencedores veem-se obrigados a entregar as tão aguardadas estatuetas.

OMG! QUE MOMENTO!!!!!!! Só me apetecia tapar a cabeça!

 

O que não é mais do que uma metáfora muita’bonita prá’vida!

Nunca se acomodem à sombra da bananeira, porque nunca sabemos quando vamos ter que entregar a taça ao verdadeiro vencedor.

 

 

(Acho esta fotografia simplesmente GENIAL)

 

Nisto, Warren Beatty sente necessidade de se retratar, ainda em palco, e explicar o que realmente aconteceu.

Reza a lenda que houve uma alegada troca/confusão com os envelopes que davam conta do vencedor para “Melhor Filme”. Este, em vez de ter o nome do filme vencedor, tinha o nome da “Melhor Actriz” galardoada – Emma Stone, La, La, Land.

Foi por isso que o senhor ficou a olhar várias vezes para o envelope e para o cartão e ficou reticente na hora de anunciar o vencedor.

Tá explicado, amigo! Nas’ta’preocupes!

 

Agora, não vale a pena estarmos no nosso pedestal dourado a dar uma de superiores, porque ninguém está livre, e… se pensarmos bem, já tivemos todos um momento à lá Warren Beatty. Quem nunca?!?

 

Ai…coitado!!!!

 

 

0

Leave a comment

About