culture, inspirations, life&love, YOUTUBE

Single and fabulous | Episódio: Love is in the Air | Cool in Town

17 Dezembro, 2014

Pegando na premissa que me foi atribuída – ser a Carrie Bradshaw da NiT – , decidi que não podia ficar só pela fama, que tinha que reclamar o proveito. Nesta senda, e farta de ouvir as minhas amigas solteiras a queixarem-se de que não há sítios em Lisboa para conhecer eligible bachelors e pessoas interessantes, decidi inaugurar um capítulo na crónica, “Single and Fabulous” (because you can!), onde dou a conhecer sítios, eventos, acontecimentos e festas onde haverá uma forte probabilidade de conhecer solteiros e solteiras bem catitas. Já conquistei a tua atenção? Boa! Mas que raio é que me foi passar pela cabeça?

Eu explico:

Há um episódio da segunda temporada da minha série-fetiche, “Sexo e a Cidade”, que me marcou particularmente, “They Shoot Single People, Don’t They?”, onde o ângulo da trama recai sobre a problemática (ou não) de se ser solteira na big city. E apesar deste episódio datar de 1999 (Jasus!!!) não sinto que as coisas tenham evoluído num sentido muito positivo. Quem o afirma não sou eu, é uma legião de mulheres e homens, sim eles também estão à mingua, que me têm manifestado um relambório de queixumes relacionados com isto do dating-scene em Lisboa. Ui ui, que isto está a aquecer! Neste episódio da série, Carrie é entrevistada para um artigo de capa do New York Times que questiona a verdadeira hipótese de se ser solteira e fabulosa em Nova Iorque. Acalmem-se, não vos vou contar a história toda, só vos quero dizer que a minha ideia partiu da interrogação perpetrada pelo título da revista. O episódio termina com o lançamento da publicação, com o título em interrogação e com uma fotografia medonha de Carrie na capa, lançando uma aura de dúvida, na personagem e na audiência, sobre o “casamento” destas duas variáveis. Agora, pergunto-vos: é possível ser-se Solteira e Fabulosa aqui em Lisboa? A resposta é.. SIM! Abso-fucking-lutly (em homáge ao Mr. Big)!!!!!!

Depois deste pequeno intróito contextual, que aguçou a vossa curiosidade, let’s cut the bullshit and do some business. Are you ready?!

A dica de hoje (isto é quase tão bom como a Dica da Semana) surgiu de uma conversa que tive com uma amiga solteira e gira que me falou das festas “Sky Night” — festas privadas organizadas no Silk onde só vai crew da aviação. Let’s talk about a catch, hum? Que rapariga é que não sonhou andar com um piloto de avião ou rapaz com uma hospedeira?! Exactoooooooooo. Já vos estou a ver a fazer o download da banda-sonora do Top Gun e a sonhar com o Tom Cruise em fardas. Stop it!

O objectivo era simples:  levar um grupo de amigas solteiras para aferir o potencial de solteiros da festa e, a partir desta avaliação, perceber se este poderá ser um bom spot para conhecer pessoas novas. Agora, para continuarem a ler este texto têm que esquecer a teoria de que na noite não se conhecem pessoas decentes e que é só engate. Sim, também há pessoas terríveis e com más intenções, mas isso há em TODO O LADO! Esqueçam! Eu acredito que podemos conhecer alguém em qualquer sítio ou parte do mundo. Pode ser no ginásio, no trânsito, na discoteca, no café, na padaria, a passear o cão, a correr, nas Finanças, ou no… AVIÃO. Migas, não interessa o sítio, interessa a intenção e a vibração (hoje estou muito poética). Parece uma frase de auto-ajuda sentimentalóide, mas não é. É a mais pura das verdades. Por isso, nesta crónica vale qualquer coisa (salvo seja). E daquilo que vi… este É um bom sítio para se ir e ser visto. Believe me, tem o selo-de-qualidade-casamenteira-Cool-in-Town!

Bom (estalo de língua!), na sexta-feira passada aconteceu a ÚLTIMA FESTA Sky Night deste ano, porque as próximas serão só em 2015 (buáaaaaaaaa). Viste-me a rigor, combinei o date com as amigas e preparei o bloco de notas (mental) para vos fazer a merecida repérage. O tema era “Christmas Extravaganza by Team Next Models”. Fancy. A tagline da organização é “flying with glamour”, e é verdade. Há  muito tempo que não ia a uma festa onde se visse pessoas bem vestidas, com bom ar, com um rácio homens-mulheres bem distribuído. Só pelo ambiente eu dava: 9.9; 9.8; 10; 9.8; 9.9 (têm que ler isto como se fosse pontuação da patinagem artística). Mas nem só de ambiente vive o homem (ou a mulher), por isso arregacei mangas e iniciei a minha pesquisa avançada junto das minhas amigas e demais raparigas com quem pus conversa à cara podre sobre O assunto.

Todas estavam a elogiar o espaço em si (que tem uma vista lindaaaaaa ou não fosse o Silk um membro dos World Finest Clubs) e o ambiente que era, segundo elas, bastante seleccionado. É que para se entrar numa festa no Silk temos que nos registar numa guest list, mas não é nada impeditivo. Quem estiver interessado vá a página do evento e marque a sua presença. Ponto. Não há desculpas! Não é por aqui meninas, não é por aqui.

Depois falaram muito bem dos espécimes masculinos que lá estavam. Em média, pelo menos um interessava a cada entrevistada. Nada mau! Defenderam a teoria de que o facto do ambiente ser mais seleccionado e, por conseguinte, mais familiar acabava por proporcionar mais intimidade e segurança para se conhecer alguém, porque há sempre alguém que conhece alguém, que é amigo do outro, que conhece a irmã da outra, que trabalha com o outro que nos interessa. Perceberam? É mais ou menos isto.

Outro factor sublinhado foi saber que a maior parte das pessoas que ali estavam pertencem à aviação e isso suscitou eu certo (muitooooo) glamour e interesse por parte da audiência feminina. Se é só uma festa? Sim! Se vale a pena ir? Sim! Se devem ir à próxima? Sim! Se devem ir giras e fabulosas? Sim! Se devem estar mais atentas à tripulação de um avião? Sim! Se querem divertir-se num sítio muito giro, com pinta, boa música e gente gira, então podem ir às festas Sky Night, que a mãe deixa. Ok?! Ahhhhh! Ouvi dizer que as próximas partys vão ser temáticas e com surpresas imperdívies. Eu, se fosse a vocês, ficava de olho na organização. Love is in the Air… Just saying!

Por isso, se estão neste momento em casa a deprimir no sofá, a comer um Pai Natal de chocolate (o terceiro desta semana), a ver a Gala de Natal da TVI, a sonhar com os abdominais do Pedro Teixeira e a dizer mal da vossa vida de solteiras, PAREM! Comecem a pensar no outfit para a próxima festa Sky Nights para poderem encontrar “Aquela pessoa que não esqueceste. Aquela noite que dançaste até o sol nascer. Aquela vista que te deslumbrou. Bem-vindo ao nosso mundo”, e não sou eu que digo, são eles que o afirmam, e eu cá acreditava.

Bora ser solteiras e fabulosas em Lisboa?!

It’s ON Girls!!!!!

Se quiserem visitar o meu espacinho na NiT é só clicar aqui. Lá é só gente boa!

0

Leave a comment

About