inspirations, life&love

5 Dicas para Transformar um Closet num Pinterest Dream

1 Junho, 2015

Ora aqui está um assunto que me diz muito!!!
E o Senhor-lá-de-Casa sabe muito bem porquê (neste momento ele está a fechar este post e a tentar empurrar a poeira para debaixo do tapete. É assim que se diz este ditado?).

Já é do conhecimento público, pelo menos nas páginas deste blog, que eu tenho tendência assim a modos que…para o consumo. E que esta compulsão, vá vou utilizar esta palavra que no meu entendimento é um pouco abusiva, tem consequências muito práticas nas nossas vidas.

Em primeiro lugar, arruína com a conta bancária da JE. Em segundo, lugar os itens adquiridos necessitam sempre de um novo poiso, que não sendo infinito o espaço de armazenamento lá em casa, tende a expandir para lugares nunca antes vistos e a popular sítios que eram destinados a outros objectos. Trocando por miúdos, eu tenho bastante roupa e sapatos que, neste momento, já não cabem nos armários lá de casa. Ao ponto de, se que compro alguma coisa tenho que pensar duas vezes onde é que a vou enfiar. Estamos quase ao nível de uma coisa em substituição de outra. Se compro um vestido, tenho que dar outro. Big NO NO! Don’t mess with a women’s closet. EVER!

O que é que eu tenho a dizer em minha defesa? Ui, tantas coisas… Mas a mais escabrosa de todas é a promessa que nunca viu a luz do dia. Quando o Senhor-lá-de-Casa andava em paqueras aqui para o meu lado e a tentar seduzir-me com as suas falinhas mansas, fez-me uma promessa que, para mim, é mais séria do que o pedido de casamento. Ele disse-me, a páginas tantas, que se ficássemos juntos e vivêssemos juntos que me ia dar um closet. Era a promessa dele. Termos uma casa que tivesse uma assoalhada para poder por lá as minhas coisinhas. A pessoa aqui é crente. Eu acredito na verdade e na bondade das pessoas e fui na cantiga dele. Assim que me apanhou a jeito, salvo seja, lá fomos morar juntos e a casa que ele tantoooo gostou (e que eu também adorei) NÃO TINHA CLOSET, nem pouco mais ou menos! N.A.D.A!!! Aliás, até é um pouco parca em arrumação em geral. Na altura éramos jovens, imberbes, apaixonados, inconscientes, felizes e ESTÚPIDOS!

Como é que eu fui para uma casa onde não dá para guardar os meus vestidos?!?!?! Shame on me! Devia saber melhor! Resultado: já me apoderei de todos os armários da casa, inclusive o dele, o que me valeu achincalhanços sucessivos e permanentes. Tivemos que comprar um armário extra para o escritório e mesmo assim não dá! É por isso que um dos meus maiores sonhos é ter o meu closet e é por isso que tenho uma obsessão estéticó-desejo por esta assoalhada de casas afortunadas. Morro a ver imagens e inspirações no Pinterest sobre closets. É uma panca. É a minha panca. Let it go, tá? Não gozem.

Bom (estalo de língua), isto para dizer que quando hoje li este artigo no Who What Wear fiquei em êxtase, até porque, a bem da verdade, isto é serviço público.
5 dicas para transformar um closet num Pinterest Dream. YAYYYYYYYYYYYYYYYY!!! E estas informações servem não só para quem tem a sorte de ter uma assoalhada para o efeito, mas também para quem quer organizar o seu único e singelo armário – EU!
Atentai senhoras, que isto pode ser life changing.

#1 – Construam uma Base

A base do vosso armário tem que ser prática e ter a arrumação que vos sirva. Se não tem gavetas, tratem de as arranjar. Se não tem prateleiras, têm que as colocar. Ou seja, o esqueleto do vosso armário tem que servir os vossos interesses e a quantidade e género dos vossos pertences.
Imaginem as gavetas e as prateleiras como a base de uma boa maquilhagem, sem ela, nada feito!

#2 – Agrupem os Itens

Depois de já terem o vosso esqueleto definido, está na hora de começar a organizar todas as peças por género. agrupem os itens de acordo com a família a que pertencem. Sapatos com sapatos. Malas com malas. Vestidos com vestidos. Camisas com camisas. Calças com calças etc e tal.
Assim é muitoooo mais fácil procurarem o que precisam no guarda-roupa e terem uma noção das coisas que têm no armário, que é o problema de 99% das mulheres. Nunca sabemos o que temos no armário e achamos sempre que não temos nada para vestir. Certo ou errado?

#3 – Coloquem tudo no seu Lugar

Depois de agruparem os itens já ficam com uma ideia do que é que têm, da quantidade e proporção das coisas. Está na hora de colocar tudo em lugares que sejam os mais apropriados de acordo com a quantidade e com a utilidade. Se usam muito calças, então, as calças têm que ficar num sítio bem visível e prático. Se por outro lado têm malas de cerimónia que só usam uma vez por ano, convém colocá-las num sítio mais escondido e resguardado.

#4 – Código de Cor

Agora chegámos à parte mais divertida. Organizar tudo o que já definimos nos locais certos por COR. E não têm noção de como isto ajuda muitooooo quer na escolha de peças, quer na gestão desta compulsão para comprar mais roupa. Imaginem que têm tudo desarrumado. Passam numa loja e vêm uma camisa branca que ama e pensam “eu não tenho camisas brancas quase nenhumas. Vou levar”. Porém, ao ordenarem tudo por cor, chegam à conclusão que têm 6 camisas brancas. Enough is enough de camisas brancas. Se tivessem logo esta imagem mental guardada, se calhar (muito provavelmente) não iriam comprar mais uma camisa, porque achavam que só tinham uma. Capiche? Muito, muito importante. Eu já fiz isto e ajudou IMENSO.

#5 – Adicionem os Toques Finais

Depois de já terem tudo arrumadinho e organizado por cor é hora de criar com a base. Agora já podem comprar cabides personalizados, colocar umas flores no closet e criar aquele look and feel de boutique que nos deixa louquinhas por armários.

Então, ajudou? Já têm ideias para os vossos armários?
Eu vou continuar aqui a sonhar com o meu prometido closet que nunca há-de-chegar. Um dia há divórcio e depois não perguntem porquê… just saying…

0

Leave a comment

About