culture, inspirations

BREAKING BRIDAL | A QUEDA DO MITO DA LUA-DE-MEL PERFEITA: 6 DICAS DE SOBREVIVÊNCIA

21 Junho, 2016

Este é um daqueles mitos que tem que ser quebrado, JÁ!

Já sabemos, a Lua-de-Mel é daqueles momentos da vida que estão envoltos em tantos, mas tantos, pré-conceitos e expectativas, que a maioria, diria, está destinado a falhar.

Quando pensamos em Lua-de-Mel pensamos num cenário idílico, perpetrado infinitas vezes por livros, fotografias, filmes e séries, onde o único denominador comum é sempre: praia, amor, celebração, sossego, descanso, comida, mar, memórias inesquecíveis, fotografias de fazer inveja, zero problemas, cabelos e roupas espectaculares, dança e SEXO, muito SEXO!

Agora digam-me vocês: quantos dos que estão aí desse lado a ler acabaram a vossa festa de casamento, entraram numa limousine branca, com latas a bater no chão, foram directos para o aeroporto onde apanharam o voo para as Maldivas e seguiram sem preocupações, nem turbulências, para o paraíso, 7 dias de seguida, onde acordaram todos os dias para uma paisagem de cortar a respiração, com uma garrafa de Rosé e pétalas no chão, enquanto faziam amor pela 10ª vez em apenas 3 dias? Hum?! Alguém?! 

BOA! É que comigo também não se passou nada disso! Ufa…

A minha Lua-de-Mel foi tudo aquilo que foi possível. Ahahah! Desculpem a gargalhada, mas foi mesmo isso que aconteceu. Não é que tivéssemos assim tantas expectativas em relação à viagem, porque já tínhamos viajado juntos anteriormente, já vivíamos juntos, já partilhávamos muita coisa (if you know what I meen)… portanto, a Lua-de-Mel nunca foi fantasiada para cumprir certas metas impostas pelo pré-conceito. 

E era mesmo essa noção que eu queria desmistificar aqui, neste post enamorado, porém realista!

NÃO HÁ LUAS-DE-MEL PERFEITAS! 

Pronto já disse. Mas antes que me comecem a desamigar das redes sociais e nunca mais botem os vossos lindos cotos aqui no estaminé, deixem-me explicar. 

Da mesma forma que quando vamos viajar podem acontecer várias coisas que complicam com as nossas vidas, a lua-de-mel não é excepção. Por isso, é que eu quero tranquilizar-vos ao dizer que uma má lua-de-mel não significa um mau casamento, nem vice-versa. Ok? Todos de acordo até aqui!? 

Não é porque estão a dormir cada um para seu lado na king-size-bed do hotel nas Maldivas, um agarrado ao pequeno sinal de Wi-fi e o outro a ver Game of Thrones no portátil que o vosso casamento está em risco. Não! #TAMUJUNTOS

É por isso que vos digo que é preciso um Kit de Sobrevivência de Lua-de-Mel para sairmos sãos e salvos, física e mentalmente, da viagem das nossas vidas. A saber:

1) É POSSÍVEL QUE DISCUTAM SOBRE DINHEIRO

Se isto acontecer, não se preocupem. Tenham calma, respirem fundo, tudo se resolve e discutir por dinheiro é só triste, não vale mesmo a pena. 
Não sei se tenho conhecimento para generalizar, mas arriscaria dizer que as questões financeiras de um casamento estão na base de 80% das discussões vividas em casal. Por isso, se discutirem por dinheiro não significa que o casamento vai acabar. Não! Só quer dizer que têm que chegar a um acordo em relação às finanças lá de casa. Just that! Fazer compromissos, ouvir as duas partes e decidir em conformidade. Esta é daquelas lutas que não vale a pena fincar pé. É dinheiro, bolas! 
Lembrem-se também que vieram de um acontecimento que envolveu bastante dinheiro, como o casamento, e portanto esta temática está mais sensível. Nós pelo menos sentimos isso! É normal que na espreguiçadeira do hotel de sonho fiquem a pensar que não deveriam ter gasto tanto dinheiro com o bouquet ou que preferiam ter tido apenas um prato de carne no menu, para agora comprarem o sofá que queriam para a sala. É normal, pessoal!

2) É POSSÍVEL QUE NÃO TENHAM SEXO

Uuuuuuhhhhh!!! Agora toquei no ponto sensível!

Eu acredito que a associação da lua-de-mel a sexo desenfreado é um mito. PAU! 
Ora pensem comigo: quando vocês acabam a festa do casamento estão de rastos (nós só nos deitámos às 7h da manhã!!), agora imaginem-se a entrar num avião para uma viagem de mais 7h ou 10h. Quando chegam ao hotel estão mortos-vivos. Caem os dois na cama. Sexo? Ainda nada. No dia seguinte continuam mortos, estão com jet leg, querem aproveitar todas as actividades do hotel, querem conhecer as redondezas, querem estar de papo para o ar a mandar vir margueritas e quando chegam ao quarto à noite, morrem, cada um para seu lado. Já vamos no dia 3 e ainda nada de sexo… 
A não ser que se casem um mês depois de começarem a namorar, esta questão do sexo louco e desenfreado na Lua-de-Mel só porque é suposto cai um bocadinho por terra. Meninas e meninos eu baixaria as minhas “sexpectations” para a viagem. Atenção, vai acontecer, só não é na frequência com que vocês acharam que ia ser. Perceberam?! Não stressem por causa disso…

3) É POSSÍVEL QUE UM DE VOCÊS SE ALEIJE

Não quero aqui agoirar a vossa viagem, longe disso, mas que lás-ai-lás-ai (ler com pronuncia espanhola). Só para terem uma noção, eu ia morrendo na minha lua-de-mel, porquê? Porque nos armámos ao pingarelho, decidimos alugar uma mota na ilha, para o João conduzir. Ele já tinha conduzido alguma? NÃO!!! Pois… escusado será dizer que tive a minha life-death experiência em cima de uma mota, com o meu recém-marido, numa ilha de sonho. Pode acontecer? Pode! Tenham só cuidado, que uma pessoa está no excitamento e não liga muito ao que é sensato e seguro. 

4) É POSSÍVEL QUE DISCUTAM

Lá por estarem em Lua-de-Mel não significa que se vai abrir um vórtex da concordância-para-todo-o-sempre, que vos impeça de discutir. Não! Estar em Lua-de-Mel é a mesma coisa que estar de viagem, de férias. As mesmas coisas que vos irritam na outra pessoa nestes contextos vão manter-se. Se vocês se atrasam a despachar e isso irrita o vosso recém esposo, vai continuar a acontecer na Lua-de-mel. Dica? Não se levem tão a sério e não interpretem essa pequena discussão como um prenúncio de maldade para os anos seguintes. Pensem que a seguir a uma discussão podem sempre fazer as pazes 🙂



5) É POSSÍVEL QUE ALGO CORRA MAL COM A VIAGEM

Não é só rosas e vinho, é também a realidade. Há voos que vão atrasar. Pode existir um problema como o vosso booking. Podem dar-vos o quarto errado. Podem ficar com uma intoxicação alimentar e a cagar fininho durante o resto da trip. Enfim, um sem número de coisas que podem correr mal. Não stressem. Todos nós já passámos pro isso. Não se deixem abater pelas circunstâncias. Dêem a volta por cima com humor e desprendimento e vão ver que são esses episódios caricatos que depois ficam para a história. Uma boa forma de contornar as adversidades é levar a lua-de-mel o mais planeada possível. Assim o risco é sempre menor de alguma coisa correr menos bem e ter atenção ao que comem e bebem durante a viagem. Gelo, é água local congelada, ok? Para que fique bem claro… 

 6) É POSSÍVEL QUE TE APAREÇA O PERÍODO

Just saying… 
Estavas tão assoberbada com os preparativos para o casamento que te esqueceste de contar os dias para… O DIA. 

Faz as contas e fala com o teu médico caso seja necessário atrasar todo o ciclo. 

Esta é mesmo Dica d’Amiga <3

0

Comments

  1. Joana Santos

    21 Junho, 2016 at 18:05 Responder

    Marta, adoro o teu blog e os teus vídeos. Rio-me do início ao fim.

    1. Marta Neves

      22 Junho, 2016 at 20:27 Responder

      Ohhhhh Joaninhaaaaaaaaa!!!! Que coisa boa no meu coração. Fico muito feliz por saber que estás a gostar!!! OBRIGADA! OBRIGADA! OBRIGADA!!! Espero continuar a trazer conteúdos bons aqui para o blogue e para os vídeos!!! LET'S ROCK THIS!!!!!!! Wwwwwwwwwoooooooo-hooooooo!!!

Leave a comment

About