inspirations, life&love

FINS-DE-SEMANA QUE SE PROLONGAM E… A MINHA INCAPACIDADE PARA FAZER O “NADA”

2 Novembro, 2016

Ai, ai ai… (suspiros vários!)
Podiam ser todos assim, não era?!?!?! 

Que bom, que bálsamo, que alegria foi ter tido este fim-de-semana que se prolongou em quatro dias de puro ócio e dolce fare niente. LITERALMENTE. 

Não tínhamos nada marcado, não tínhamos planos nenhuns, não tínhamos nenhuma viagem fancy, nem nada combinado, simplesmente decidimos aproveitar os dias e ficar por casa, passear quando nos apetecia, sair quando arranjávamos força anímica, aproveitar ao sabor do tempo as horas que marchavam implacáveis até à noite. 

Sei que escrito desta forma vocês ficam a pensar: “Que bom Marta, conseguiste descansar, ficar na ronha, não fazer nada…”! Bom, não foi exactamente assim. CLARO!
Este era o plano (e se dependesse no Sr.-Lá-de-Casa seria sempre este o plano), mas já sabem que para mim é sempre mais difícil coçar a micose, sem pesos na consciência. 

Dá-se-me assim uma paulada emocional pelos couros a cima e fico sempre a pensar que não deveria estar a “desperdiçar” o tempo desta forma tão frívola. Também vos acontece isto? Que raça de moça, pah! Às vezes queria sossegar sem me sentir culpada, sem me sentir a pior pessoa à face da terra. 

Procrastinei muito neste interregno. A sério! Ao ponto de me começar a sentir mal.
Sabem quando temos assim um break e achamos que vamos fazer mil e uma coisas e depois não fazemos nada?!?! Foi o que aconteceu. Pensei, “vou aproveitar para gravar vídeos, editar os últimos episódios de Marrocos, actualizar o blogue com imensos posts que tenho em carteira, fazer aqui uns updates e umas pesquisas…” Yeah, right! TUDO FURADO!!!!!!!!!!!!!!!!!! #PIORPESSOA.

Desculpem por ter estado mais ausente aqui do blogue e de não ter postado nada nas férias, mas fechei-me mesmo no casulo-casa-família-amigos-casa. Não sei se consegui a 100%, porque, como vocês sabem, a “LOUCADASARRUMAÇÕESELIMPEZAS baixou em mim, qual Halloween-Caseiro e andei a fingir que descansava, sem descansar… Olhem, vidas! 

O que foi bom nestes quatro diazinhos à-Benfica foi poder dormir sem despertador, que na verdade não se revelaram coisa nenhuma, uma vez que a filha-de-quatro-patas continua com o despertador no bucho e, quer sejam dias de semana, férias, mini-férias, breaks ou o raio’que’os’parta, ela acorda sempre com o seu xixi-entalado entre as 7h e as 8h30… No comments about that! 

A modos que, como bons pais que somos de cadelas-pontuais (porém, muito fofa!), fizemos turnos.  Fomos à vez. Cada dia levantava-se um para aliviar a bicha. Obrigadinha, Concha! Cá se fazem, cá se pagam! 

Conseguimos estar com a família, com os amigos de ambas as partes e margens do rio. Conseguimos apanhar sol na tromba, fazer fotossínteses várias. “Obriguei”, Sr.-Meu-Marido a fazer um trilho pela Arrábida, desembocando num areal de sonho, totalmente desprovido de presença humana e com um sol e calor que nunca se viu em finais de Outubro. Abençoado tempo! Aleluia, irmãos!

Comemos muito!!! Oh, se comemos. Cada encontro familiar ou com os amigos tinha gordices à mistura. But, who cares?!?!? Hoje, já botei pé no ginásio, fé no metabolismo e #VAMUQUIVAMU!

Custa admitir, mas estas devem ser as últimas mini-vacances com este tempo, com este pé descalço na areia e com o buço suado do sol. Estamo-nos a aproximar a passos extraordinariamente (e assustadoramente) largos do Natal. Sim, eu escrevi Natal no dia 2 de Novembro. Sim, os centros comerciais e baixas deste país já se estão a engalanar para a época mais consumista do ano (shame on us!). E, sim, quando dermos por isso estamos a partilhar as resoluções para 2017. 

BUÁAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!! 

Sou só eu, ou este ano VOOU?! Que se passou minha gente?!??!! JASUS!

I’m back! E que venham essas castanhas, essa batata assada, muitos posts, friozinho para começarmos a desfilar os casacos de inverno que já gritam no armário e vídeos temáticos, que estamos mesmo a precisar. 

0

Leave a comment

About