life&love

Let’s Get Physical

15 Setembro, 2014
Fonte: Pinterest

Isto é um REPTO:
Bora lá minha gente saltar dessas secretárias, desses sofás, cadeiras e meter esses corpitxos a mexer!

Eu sei que fazer exercício físico está na moda (detesto esta expressão). Que toda a gente anda maluquinha com as corridas. Que todos agora querem ser os gurus-bad-ass do Crossfit. Que quem não come sementes ou sumos verdes, é um ovo podre. E que quem não tem uns abdominais da Carolina Patrocínio é porque está a fazer alguma coisa de errado.

Mas eu decidi fazer este post porque muita gente me pergunta frequentemente o que faço de exercício físico, como mantenho a linha, o que como, quantas vezes vou ao ginásio, etc. como se tivesse uma fórmula de sucesso ou um conhecimento aprofundado sobre o tema.

Não tenho ( Oooohhhhhhhhhhh).
Não tenho fórmulas mágicas, contactos especializados, comidas secretas ou nada que se pareça.
A única coisa que posso partilhar sobre o tema é aquilo que resulta para mim e, acreditem, são as coisas mais simples do mundo. Mas eu acredito nisso. Penso que as pessoas estão a complicar demasiado aquilo que sabemos de senso comum e que é o mais natural para nós e, especialmente, para o nosso corpo.

Creio que também seja fácil falar quando o exercício e esta “forma de viver” nos é tão intrínseca como em mim. Eu nasci e cresci com uma energia inesgotável. Louca, até.

Foi por isso que aos 5 anos a minha mãe, desesperada por tempo em paz e algo que me libertasse algumas energias acumuladas, me inscreveu no ballet. E foi este pequeno gesto que mudou tudo em mim. Nunca mais fiquei parada. A dança entrou no meu corpo e não mais saiu e com ela o gosto por estar saudável e ser o mais atlética possível.

Depois do ballet foram imensas as modalidades em que estive, muitas em simultâneo. Natação, Basquet, Tumblin, Dança Jazz, Contemporâneo, Aeróbica, Hip Hop, só para nomear alguns. Sempre fui a rapariga que, a par dos rapazes, nunca faltou a nenhuma aula de ginástica e tinha 20. O desporto sempre foi algo que me complementou e ajudou a canalizar as minhas energias para o bem (acreditem!).

Por isso é que para mim é tão fácil falar de exercício e ao mesmo tempo tão difícil compreender quem não o pratica, quem diz que não tem tempo e que não gosta. Contudo, respeito. Porém, acho que devem dar uma oportunidade a serem mais saudáveis e a potencializarem o vosso corpo.
Chamem-me Renascentista, mas acredito que temos que dar tanta atenção à mente como ao corpo. Ele faz parte de nós e, quer queiramos, quer não, também nos define. E aquilo que digo a todas as minhas amigas que não fazem exercício e me pedem ajuda para as motivar (adoro!) é que em primeiro lugar devem escolher uma coisa que GOSTEM de FAZER. Parece simples, mas não é. A maior parte das pessoas que conheço não está satisfeita com a sua rotina de treino.

Porque metem-se em ginásios e detestam. Porque meteram na cabeça que têm que correr, porque toda a gente corre e odeiam. Porque compraram uma bicicleta sabe-se lá´porquê… Enfim, um sem número de exemplos que vos poderia dar aqui de rajada.

Agora, em termos práticos, o que é que eu faço?
Em termos de exercício, a minha rotina diária vive da dança, que é o meu exercício físico, mas também é mais do que isso, é a minha paixão. Mas vocês têm que escolher a vossa. Descubram-na.

Eu faço aulas de jazz, ragga/dancehall, burlesque, broadway e ritmos. Intervalo com uma aula de localizada, aulas de streching e pilates, para compensação da dança e é óptimo. A dança dá-me a exteriorização de energia que preciso e o trabalho cardio e as restantes aulas para reforço de core.

Se bem que o meu exemplo não é regra. Não me queiram ver numa aula de localizada, com pesos de 2kg apenas, porque não quero ficar com bracinhos de Madona. Mas isso sou eu! Isto vale o que vale! E aquilo que eu procuro potenciar no meu corpo será sempre diferente daquilo que outra pessoa valoriza. Por isso ATENÇÃO LADIES às comparações e imitações. Ok!?

Sim, é muita coisa para se fazer. É! Mas não precisam de começar à bruta. Escolham uma coisa que gostem e façam-na. Comprometam-se com ela.
Eu tenho um horário de trabalho do mais normal possível e encaixo as minhas aulas nesse horário. Faço por isso. Não falto por nada deste mundo. Encaro as minhas idas ao ginásio como se fosse um compromisso inadiável, ou uma reunião de trabalho.
E perdoe-me a concorrência, mas faço tudo isto na melhor Academia de fitness e dança do mundo a Jazzy Dance Studios e a Academia Life Club, em Santos. Pumbas!

Este é o meu tempo! Tempo para mim, para estar comigo. Para os meus pensamentos. É onde me acalmo. Onde oiço música e me divirto. Onde estou com outras pessoas que me deixam muito feliz.
Sim, há dias em que não apetece NADA. Mas vou SEMPRE! E não há um dia em que chego lá a não querer fazer, mas que não saio com um sorriso nos lábios e contente por não ter desistido à porta. NUNCA!
Por isso, esta é a minha primeira dica: escolher uma coisa de que gostem muito e não faltar.

Mas já que é para falar de exercício físico À SÉRIA chamo as minhas tropas mais pesadas, o meu exército pessoal, o meu guerreiro do fitness (ele vai adorar todos estes adjectivos…NOT!)… soltem os rufos… rrrrrrrrrrrrrr… Maridão em acção!

Ele para além de empresário na área da saúde e bem-estar é, também, PT, com uma especialização em crossfit, e consegue explicar tudo certinho e direitinho. Como é, como deve ser e como chegar ao que querem ser. Boa?

Já o desafiei para um post sobre o assunto. Palpita-me que vai sair som na caixa com alguma brevidade. Aguardaremos por tão sábias palavras e conselhos de quem verdadeiramente sabe.

E vocês o que fazem para se manterem em forma? Qual é a vossa rotina?
São maluquinhas dos “sumos do bem”?
Fizeram a Dieta da Ágata Roquette?
Comem sementes como umas roedoras fofinhas?
Contem-me tudo e não me escondam nada!

Mas apesar de tudo, o meu lema é apenas um:

Fonte: Pinterest

É ou não é verdade? Bora lá minha gente! Vamos colocar-nos em primeiro lugar?
Zimboraaaaaaaa!! Façam o que vos faz feliz e acreditem que as diferenças vão notar-se.
Este é o mantra que escolhi seguir. 

0

Leave a comment

About