culture, inspirations

Os Melhores Momentos de Demarchelier na Vogue

7 Maio, 2015

Para muitas pessoas este nome é estranho, mas para outras tantas é sinónimo de genialidade e mestria na arte de captar um momento eterno em fotografia.
Se calhar se pensarem bem até já ouviram este nome. Lembram-se no famoso filme O Diabo Veste Prada, o fotógrafo que está sempre a ser chamado pela diabólica Miranda para fazer as fotografias bafo para a Vogue?!?!?! É Patrick Demarchelier!

E é aqui que a ficção toma contornos de realidade. Ele existe mesmo, não é ficcionado e a sua história com a Vogue é longa e de sucesso. À margem do MET Gala, o fotógrafo, nascido e criado em França, recebeu o Clio Image Award, o primeiro Lifetime Achievement Award da noite, e a bem dizer, muito bem merecido.

Inicialmente contratado pelo director editorial da Condé Nast Alexander Liberman, Demarchelier começou a sua longa e profícua relação com a Vogue em 1974. Desde então, impactou-nos com imagens que vão desde Madonna em casa, Beyoncé no famoso vestido vermelho, Daria Werbowy in the wild, e Caroline Trentini em acção (como se pode ver no documentário The September Issue).
Como o próprio gosta de referir “Sometimes the shoot is about the girl, sometimes it’s a story,” mas de todas as vezes temos a certeza de que estamos a presenciar história visual democratizada.

Deixo-vos com os 15 Best Moments in Vogue captados pela lente de Demarchelier, porque este fotógrafo moldou, desde há quatro décadas, a forma como percepcionamos a moda, trazendo sempre para o seu trabalho um optimismo estético que nos faz sonhar.

0

Leave a comment

About