culture, inspirations

POP CULTURE | Os 10 Momentos em que sentimos que Carrie Bradshaw podia ser a nossa BFF

28 Março, 2016

Foi durante o meu período sabático de Digital Detox que a diva-icónica-do-estilo, Sarah Jessica Parker,
fez anos. Para comemorar o aniversário, várias publicações de moda
internacionais fizeram-lhe várias “hómages” para pontuar o momento.
Afinal, a moça esforçou-se e imortalizou-se no papel que todas mais amámos à
face da terra (quem não gosta por favor vá-se já embora daqui) – “Carrie
Bradshaw” da série de culto Sex
and the City
E
quem nunca, certo? Quem nunca viu aquela série e pensou “ai pah, é que é
mesmo isto!”, qualquer sentimento entre a inveja branca, o grito
emancipador e a identificação.

passaram 12 anos… repito… 12 ANOS (porra, que estou velha!) desde que a
série saiu do ar. P-O-R-R-A!
E mesmo assim eu sei os episódios todos de cor. Há palavras,
frases, trocadilhos, momentos, gargalhadas, sorrisos e lágrimas que se tornaram
imortais e icónicos no passeio da fama das séries. 
Momentos
em que sentimos que a Carrie poderia ser a nossa BFF e que nós poderíamos estar
com ela em qualquer um daqueles sítios chiquézimos e ultra trendy de Nova
Iorque. Ui, “oh-so-familiar”!
10 Momentos em que verdadeiramente
nos identificámos com a personagem e quisemos ser como ela (só 10?!)
1. Aquela altura em que
deixámos aquela “Mensagem Chateada de Voicemail” no telemóvel do
namorado e depois fomos fazer queixinhas aos amigos dele…

2. Aquele momento em que
nos fartámos de ser as únicas solteironas a marcar presença em eventos de gente
comprometida – “A Woman’s Right to Shoes” é só a minha deixa
preferida da série e um hino ao feminismo da era moderna.

3. Aquela altura em que
ela se recusou a mudar o que quer que seja por um homem. Amém, sister!

4. Aquela vez em que
demos tudo no primeiro encontro e partilhámos demais… 

5. Quando ela desenvolveu
uma OCD muitooooo específica

6. O momento em que ela
sentiu a necessidade de justificar a sua mudança para Paris. Como se isso
necessita-se de justificação… It’s Paris, baby!

7. A altura em que ela
percebeu para onde é que ia a maior parte do seu dinheiro. Ppppfff…

8. O momento em que ela
conseguiu expressar, na perfeição, como é que se sentia na maior parte dos
dias. 

9. A altura em que ela
fez com que cada “Fashion Girl” se sentisse menos sozinha. ME!

10. O momento em que ela
decidiu que “no matter what”, ela iria ficar bem.
“In the end everything is going to be
okay”. Oh yeah!
0

Comments

  1. Inês Pereira

    28 Março, 2016 at 21:30 Responder

    As saudades que sinto desta série! Acho que todas aprendemos imenso com a Carrie e as amigas. São referências incontornáveis de uma geração à qual muito me orgulho em pertencer.
    Adorei as escolhas, mas a minha favorita é, sem dúvida, a última pela força da mensagem e pelo seu conteúdo.
    Obrigada por me fazeres recordar! 🙂

    http://ndnan.blogspot.com

    1. Marta Neves

      29 Março, 2016 at 11:10 Responder

      Completamente!!! Série de culto, da vida! Ahahahah! Acho que era capaz de ver os episódios todos outra vez de seguida. Quem alinha?! Ahahah!

    2. Vee

      29 Março, 2016 at 17:42 Responder

      oh oh quantas vezes… especialmente a ultima season.. quando ela anda de carruagem na neve com o russo… todo ele um charme inacreditavel… paris… aaaaah vejo tantas vezes

    3. Inês Pereira

      30 Março, 2016 at 0:32 Responder

      Alinho imediatamente! Afinal, qualquer desculpa é bem-vinda para rever esta série, não é mesmo?

  2. Vee

    29 Março, 2016 at 9:18 Responder

    SATC mudou as perspectivas sobre muita coisa considerada tabu na altura. Muitas das séries que existem agora como por exemplo Girls, não existiriam se não houvesse um precedente.
    Para mim o melhor é mesmo a definição de Zsa Zsa Zsu.

    Ainda sobre ontem: http://www.buzzfeed.com/stephaniemcneal/turn-off-notifications?bffbmain&utm_term=.fwNnNxqpMp#.doXmYjJK8K

    1. Marta Neves

      29 Março, 2016 at 11:09 Responder

      Oooooooohhhhhhh!! Zsa Zsa Zsuuuu!!! AMO essa também! Como é que nos continuamos a lembrar destas coisas? É incrivel o poder que uma série pode ter na cultura pop! Super super fã! Obrigada pela partilha!!! <3

  3. Maria Nascimento

    31 Março, 2016 at 22:14 Responder

    "Como se isso necessita-se de explicação" a sério, é urgente aprender a escrever português. A forma correcta é : como se isso necessitaSSe de explicação!

Leave a comment

About