culture, inspirations

PORQUE É QUE PRECISAMOS DE UMA CAMPANHA DE LINGERIE COM MULHERES REAIS E SEM PHOTOSHOP?

13 Setembro, 2016

Porque elas representam-nos na totalidade da diversidade actual. 

Corrijam-me se estiver errada, mas até a pessoa mais fit, mais seca, mais traçada, mais saudável, mais sem estrias, mais sem celulite, mais modelo, mais alta e mais espadaúda deste universo sente aquele pingo de humildade para com o seu corpo quando experimenta uma lingerie e pergunta-se (em voz alta ou não) no provador pejado de holofotes indesejáveis – porque raio é que eu não pareço uma modelo da Victoria Secret? Porque raio é que isto não se parece com o que vem na caixa? Ou, porque carga de água é que não estou como na imagem do catálogo? 

Lamento informar amigas, mas não estamos nem nuca vamos estar, porque aquelas imagens, ou a representação mental do que fazemos para o modo “lingerie” não corresponde minimamente à realidade, ou pelo menos só a de 1% da população mundial, sendo que a maior parte das imagens estão repletas de modificações artificiais e maquilhagens estratégicas. NÃO É REAL!

É por isso que precisamos de alguém, de imagens, de modelos que nos representem sem castings minuciosos ou “liquifys” do photoshop, que só nos fazem sentir as piores pessoas do mundo e as menos favorecidas para usar pedaços de renda nos mamilos. 

Lena Dunham e Jemima Kirke obrigada! Clap, clap, clap! Obrigada do fundo da minha gaveta das cuecas por esta sessão fotográfica sem medos nem pudores (também não esperava outra coisa de vocês). Se já estamos habituados a que a protagonista da serie de culto Girls nos dê uma estalada de realidade e despudor, desta feita fez-se acompanhar da sua colega set e mandou a casa abaixo.

“Aqui estou eu, como sou, de lingerie porque é assim mesmo que as coisas são”. PUMBAS! Vai buscar!

Esta, porém, foi uma iniciativa, muito aplaudida, da marca Neozelandesa Lonely Lingerie que pediu a estas duas alminhas para serem as caras e corpos desta campanha de mulheres reais – Lonely Girls. E longe de estarem sozinhas (ganda trocadilho), assim aparecem elas, belas e amarelas, em poses normais e naturais, numa casa de banho de um apartamento normalíssimo de Brooklyn, mostrando como é que as mulheres “normais” ficam em lingerie. 

Por isso esqueçam os cabelos perfeitamente ondulados, as cinturas de vespa e as coxas magras, abracem a mulher real que há em vocês e aplaudam-se de pé, ao espelho, quando forem comprar a próxima lingerie. Obrigada Lena. 

#SOMOSTODASDUNHAM

0

Comments

  1. da cidade pro campo

    16 Setembro, 2016 at 22:30 Responder

    Palminhas!!!!!
    Beijo 🙂

    1. Marta Neves

      18 Setembro, 2016 at 17:20 Responder

      YEAAAAAAHHHHH!!! CLAP CLAP CLAP é para a nossa LENA que está sempre à frente. Love this 2 <3 <3

  2. Rita

    18 Setembro, 2016 at 11:12 Responder

    Uma salva de palmas para este post por favor!

    xx Rita | O blog da Ritinha

    1. Marta Neves

      18 Setembro, 2016 at 17:20 Responder

      YEAAAAAAHHHHH!!! CLAP CLAP CLAP é para a nossa LENA que está sempre à frente. Love this 2 <3 <3

Leave a comment

About