life&love

Wardrobe Dramas | Episódio: Já não tenho nada para vestir!!!!

18 Fevereiro, 2015

Eu sei que não estou sozinha. Eu sei que não sou a única desesperada-matinal que olha para o seu armário e quer cortar os pulsos. Certo?! Vocês também estão aí, certo?

Todos os dias o mesmo drama: abro o guarda-roupa olho para as opções e baixa em mim o meu espírito pirómano e só me apetece pegar fogo aquilo tudo. As pessoas que me conhecem e que, invariavelmente, conhecem o meu armário estão a rir às gargalhadas, afirmando “coitadinha, pirou de vez. Com tanta roupa naquela casa como pode dizer uma coisa dessas?!”

Eu explico.
Não é que eu não tenha NADA para vestir, mas aquilo que me apetecia vestir, ou os modelitos mais giros, diferentes, com quelque’chose de interessante não são práticos nem quentinhos. Neste momento debato-me com dois problemas: frio VS giro e prático VS giro.
Esta dualidade não está a funcionar muito bem por aqui.

Em termos práticos, que sou miúda com argumentos válidos, ontem vesti uma saia rodada (meio cabedal) por baixo do joelho, collants pretos semi-opacos, uns botins bordeaux de pele e uma sweat floral para cortar o look. Até aqui tudo bem! Só vos digo que depois de 20 minutos no meu local de trabalho com este modelito já estava a dizer mal da minha vida e das minhas escolhas.
Primeiro, no sai do carro, entra no carro, estaciona, volta a sair e a entrar apanhei com um camadão de vento antárctico que me subiu pelas pernas acima e me gelou o crânio até às 17h. Depois estive SEMPRE desconfortável. Queria estar mais quentinha na parte de baixo, estar mais à vontade, mais prática, enfim…

Melhorei substancialmente o meu humor quando fui treinar à hora do almoço, Desequipei-me, calcei os ténis, roupa confortável, e foi logo uma diferença abismal. Depois tive que ir a casa passear a Concha, que aquela gordinha tem um programa de PT-Canino muito intenso, feito por mói, enquanto o Senhor-lá-da-Casa permanece quieto e quedo com o braço ao peito. Passeei a dita, banho, e quando pensei em voltar a vestir a mesma farpela arrepiei-me só de pensar. Não. Réfusete-myself! Tive que vestir umas calças, aproveitei a parte de cima e sai para o mundo de novo (melhor, mas não totalmente feliz).

Hoje… mesmo drama! Lá peguei numas calças, calcei umas botas confortáveis já a pensar no passeio que vou ter que dar com a bicha à hora do almoço, cachecol, casaco de malha e… pareço uma velha! Já vou ter que mudar de look, porque não estou a sentir a griffe.
Ai a minha vidaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!
Estou farta de querer usar certas coisas e não puder e as que posso usar não me apetece.
O que é que eu faço?!
MULHER SOFRE!

0

Leave a comment

About